quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Mário Soares


Desde o início da tarde de sábado, altura em que foi noticiada a morte de Mário Soares, que os principais canais de televisão e estações de rádio do país se desdobraram em diretos, emissões especiais, entrevistas e debates sobre a vida do ex-Presidente da República. De acordo com um estudo da Cision, foram publicadas 15.947 notícias e mais de 230 horas – o equivalente a mais de nove dias – de emissão de rádio e televisão dedicadas ao adeus ao homem que, em 1985, assinou o tratado de adesão de Portugal à então Comunidade Económica Europeia (CEE).
Os canais de informação foram aqueles que mais tempo dedicaram às reações à morte de Soares, às exéquias fúnebres e às inúmeras homenagens realizadas ao longo do fim-de-semana e dos três dias de luto nacional que se seguiram. RTP3, SIC Notícias, TVI 24 e CMTV realizaram exaustivas coberturas da despedida ao fundador do Partido Socialista, somando cerca de 162 horas (quase sete dias) de emissão sobre o óbito.
Os principais canais generalistas também reservaram grande parte da sua programação para abordarem a vida e a morte de Mário Soares. Entre RTP1, RTP2, SIC e TVI, contabilizaram-se cerca de 36 horas (um dia e meio) de transmissões televisivas sobre a despedida ao fundador do Partido Socialista. Do mesmo modo, as rádios fizeram um acompanhamento pormenorizado do último adeus ao antigo chefe de Estado, com a Antena 1, a TSF e a Rádio Renascença a dedicarem cerca de 34 horas das suas emissões ao desaparecimento de Soares.
Não foi só na rádio e televisão que a morte de Mário Soares e todas as reações que se seguiram foram amplamente noticiadas. Também nos jornais e nos meios online a cobertura foi pormenorizada. Só em Portugal, foram publicados 699 artigos na imprensa e 4.486 notícias na internet. Lá por fora, a Cision detetou 8.351 artigos publicados nos meios de comunicação social internacionais sobre o desaparecimento do ex-Presidente da República.
O objeto de análise deste estudo realizado pela Cision – empresa líder global em serviços e software de pesquisa, monitorização e análise de media – são todas as notícias sobre a morte de Mário Soares, veiculadas no espaço editorial português e internacional. O estudo incide sobre o período decorrido entre os dias 7 de janeiro, data da morte de Soares, e 11 de janeiro de 2017, último dos três dias de luto nacional decretado pelo Governo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.